Psiquiatria e o povo mais feliz da Terra

Postado por: Mentalista
Data: 2016-01-02 05:48:02 (Atualizado em: 2017-01-13 01:04:08)

Tags: blog, artigos, psiquiatria, povo de Jeová, felicidade, depressão, tratamentos psicológicos

As Testemunhas de Jeová são estimuladas a acreditar que formam o povo mais feliz da Terra. Muitas de suas publicações já fizeram objeções à psiquiatria e ao uso de medicações. No entanto, as pesquisas mostram que isso não é, nem de longe, verdadeiro.

Estudos psicológicos feitos com testemunhas de Jeová

Vejamos o estudo de John Spencer, no artigo encontrado aqui, para o Jornal Britânico de Psiquiatria, o terceiro jornal de psiquiatria mais citado do mundo. O jornal é pago, mas para fins de análise o artigo pode ser baixado gratuitamente aqui.

Algumas coisas que John Spencer diz:

During the period of 36 months from January 1971 to December 1973 there were 7,546 inpatient admissions to the West Australian Mental Health Service Psychiatric Hospitals. Of these 50 were reported to be active members of the Jehovah's Witnesses movement.

[...]

Of the 50 admitted 22 were diagnosed as schizophrenic, 17 as paranoid schizophrenic, 10 as neurotic and one as alcoholic.

[...]

From the figures gathered in the Table it is clear that members of the Jehovah's Witnesses movement are over-represented in admissions to the Mental Health Services of this State. Furthermore, it is clear from the Table that the incidence of schizophrenia amongst them is about three times as high as for the rest of the general population, while the figure for paranoid schizophrenia is nearly four times that of the general population.

[...]

The study does not shed light on the question of symptom or defense mechanism, but suggests that either the Jehovah's Witnesses sect tends to attract an excess of pre-psychotic individuals who may then break down, or else being a Jehovah's Witness is itself a stress which may precipitate a psychosis.

Vou citar pontos relevantes do artigo, mas você pode usar o Tradutor do Google para ler o trecho na íntegra em português. Basicamente, durante um período de 3 anos, houve 7.546 admissões de internos em um Hospital Psiquiátrico. Destes, 50 eram testemunhas de Jeová. Quais foram seus diagnósticos? 22 eram esquizofrênicas, 17 eram esquizofrênicas paranoicas, 10 eram neuróticas e 1 era alcoólatra. O estudo mostrou que a incidência de esquizofrenia entre as testemunhas de Jeová era 3 vezes maior que a do resto da população, e a incidência de esquizofrenia paranoica 4 vezes maior. E que a religião das testemunhas de Jeová tende a atrair pré-psicóticos e que ser uma testemunha de Jeová pode provocar uma psicose.

São as testemunhas de Jeová orientadas a fazer tratamento quando necessário?

Embora as publicações das testemunhas de Jeová atualmente não lhes proíbam os tratamentos psiquiátricos, o assunto é visto como "falta de fé" e com "maus olhos".

A revista Awake!, 8 de Março de 1960, pág. 27, diz que ir a um "psiquiatra do mundo" (que não é testemunha de Jeová) equivale a ir até o Egito para buscar ajuda, numa menção a Isaías 31:1. E diz que as testemunhas de Jeová têm a menor das necessidades por um psiquiatra, visto que formam o povo mais bem orientado e feliz da Terra.

Despertai!, 22 de Agosto de 1975, págs. 26, 27 diz:

Mas, é um fenômeno saudável o fato de as pessoas procurarem os psiquiatras em vez de os clérigos? Não, é realmente um caso de pular da panela para a frigideira. Sim, deveras, ao desviar-se dos clérigos que não têm fé na Bíblia como a Palavra inspirada de Deus, ao invés de se voltarem para os psiquiatras e psicólogos que igualmente, na sua maior parte, não possuem tal fé, que os que amam a justiça se voltem para a Bíblia em busca de sabedoria, conforto e esperança.

Comentários


@2016-2017 OBSERVATÓRIO DAS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ